Domingo, 16 de Janeiro de 2022
30°

Pancada de chuva

Parapuã - SP

Dólar
R$ 5,53
Euro
R$ 6,31
Peso Arg.
R$ 0,05
Polícia Presos

Duas pessoas são presas suspeitas de envolvimento no assassinato de idosa encontrada em porta-malas de carro

Rapaz, de 19 anos, e mulher, de 41 anos, foram identificados pelas investigações e localizados em Balneário Camboriú (SC). Ambos são moradores de Paulicéia (SP).

28/12/2021 às 13h08
Por: Redação Guia Online Parapuã - Kaio Galhardi Fonte: G1 Prudente
Compartilhe:
Duas pessoas são presas suspeitas de envolvimento no assassinato de idosa encontrada em porta-malas de carro

A Polícia Civil prendeu duas pessoas suspeitas de envolvimento no assassinato de uma idosa, de 86 anos, que foi encontrada dentro do porta-malas de seu próprio carro em um imóvel na Vila Ocidental, em Presidente Prudente (SP). O registro da prisão do rapaz, de 19 anos, e da mulher, de 41 anos, foi divulgado nesta terça-feira (28).

De acordo com a polícia, os policiais que atuavam no caso foram designados para desencadear a operação denominada "Esopo", em Santa Catarina (SC), com o objetivo de cumprir dois mandados de prisões temporárias.

A ação constitui na investigação do homicídio da idosa, cujo corpo foi localizado no dia 21 de dezembro de 2021, em Presidente Prudente, no interior do porta-malas do veículo de sua propriedade, que estava estacionado na garagem de sua residência.

A vítima estava desaparecida desde o dia 19 de dezembro de 2021, conforme o registro policial, quando iniciaram os trabalhos e buscas.

As equipes retornaram a Presidente Prudente na noite desta segunda-feira (27), sendo os envolvidos devidamente interrogados, indiciados e encaminhados às Cadeias Públicas de Presidente Venceslau (SP) e Dracena (SP), onde devem permanecer, inicialmente, pelo prazo de 30 dias.

As investigações e buscas contaram com o apoio da Polícia Civil de Camboriú.

 

Discussão por causa de aluguel

 

O delegado responsável pelo caso, Claudinei Alves, afirmou que os dois suspeitos são um casal, e moradores de Paulicéia (SP).

Eles relataram que estavam em Presidente Prudente em busca de emprego. Andando pela rua, o casal encontrou uma mulher que informou que a vítima tinha um imóvel para ser locado.

"Eles conversaram com ela, trataram da locação do imóvel. Só que não chegaram a um valor. Ela disse que eles poderiam ficar no imóvel durante um período para que eles se ajustassem", disse.

O delegado ainda disse que o casal permaneceu alguns dias no imóvel da idosa, mas retornaram para Paulicéia após o surgimento de um problema familiar. "Eles passaram uma semana em Paulicéia e voltaram para Presidente Prudente. Quando eles chegaram aqui, eles foram barrados pela proprietária, que pediu para que eles adimplissem o valor do aluguel e eles iniciaram uma discussão", relatou.

A discussão deve início no dia 17, uma sexta-feira, e seguiu no sábado (18) e domingo (19). "No domingo, dia 19, tem um ingrediente específico e especial, que era aniversário do autor. Ele comemorava o aniversário ingerindo bebidas alcoólicas e essa discussão se acirrou: 'se tem dinheiro para beber, tem dinheiro para pagar o aluguel'. Então, essa discussão foi se agravando, se agravando, até um momento que a mulher, de 41 anos, segurou a vítima pelas costas, em um golpe conhecido como gravata. Ela perdeu os sentidos, se aquedou e o rapaz aproveitou essa situação e apertou o pescoço, a garganta dela, e ela veio a óbito", explicou o delegado.

Com a morte, o casal passou a procurar documentos e a chave do veículo da idosa, que estava na garagem. A dupla queria tirar o corpo da vítima do local com o veículo.

"Acharam os documentos, acharam as chaves, colocaram os objetos deles dentro do veículo para serem transportados, e por fim, colocaram a senhora para ser transportada também. O objetivo deles era sair daqui de Presidente Prudente e ir até Balneário Camboriú. Neste trajeto, eles se desapossariam do veículo com a senhora dentro. Mas o veículo não pegou por uma situação que ela mesma já fazia, que era tirar o polo da bateria para que não funcionasse", frisou.

Sem conseguir sair com o carro, o casal solicitou uma corrida por aplicativo e foi até o Terminal Rodoviário de Prudente, de onde foram para Londrina (PR). Depois, ele passaram por Mauá da Serra (PR), Ponta Grossa (PR) e Curitiba (PR).

Na capital paranaense, eles tentaram viajar de avião, mas conforme o delegado, a dupla não tinha dinheiro para as passagens e continuou a viagem de ônibus até Balneário Camboriú.

O casal foi localizado no domingo (26), no Terminal Rodoviário de passageiro de Balneário Camboriú.

 

O caso

 

O corpo de uma idosa que estava desaparecida havia dois dias foi encontrado no dia 21 de dezembro, dentro do porta-malas de seu próprio carro em um imóvel na Vila Ocidental, em Presidente Prudente (SP).

A mulher, de 86 anos, havia sido vista com vida pela última vez no dia 19 de dezembro. O desaparecimento foi registrado na Polícia Civil na noite do dia 20 de dezembro.

Equipes das polícias Civil, Científica e Militar compareceram ao local no dia 21 de dezembro para o atendimento do caso.

No mesmo terreno, de propriedade da idosa, existem três residências. Em uma delas, morava a idosa sozinha. As outras duas casas eram alugadas para inquilinos da proprietária.

Quem percebeu a falta da idosa foi um homem que prestava serviços gerais para a mulher. Ela havia combinado de encontrá-lo em uma outra casa de aluguel, na manhã de 20 de dezembro, mas não compareceu. Ele foi até a casa da idosa, mas não encontrou ninguém e decidiu avisar um dos netos da mulher. Então, a família registrou o desaparecimento na Polícia Civil.

No dia 20, familiares e a própria polícia fizeram buscas e checaram novamente as casas.

Na manhã desta terça-feira, 21 de dezembro, dando continuidade às buscas pela mulher, o prestador de serviços e familiares decidiram verificar se havia algo dentro do porta-malas do carro que estava estacionado na garagem da residência da idosa. O prestador de serviços disse que balançou o veículo e sentiu um forte cheiro de um corpo já em decomposição. O neto da idosa abriu a porta do carro e encontrou o corpo. Somente o porta-malas estava fechado.

A área onde fica o imóvel foi isolada pela polícia, que iniciou os trabalhos de buscas por provas e indícios do que possa ter ocorrido com a mulher no local.

A Polícia Civil trata o caso como homicídio.

O delegado responsável pelas investigações, Claudinei Alves, esteve no local e afirmou que, inicialmente, a Polícia Civil pretende esclarecer qual foi a causa da morte da idosa para nortear as investigações. Para isso, ele aguarda a conclusão do laudo necroscópico elaborado pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo o delegado, a Polícia Civil já apurou que houve uma recente discussão da idosa com inquilinos de uma de suas residências, mas Claudinei Alves deixou claro que ainda considera precoce estabelecer uma eventual relação entre essa desavença e a morte da idosa.

 

Parapuã - SP Atualizado às 21h13 - Fonte: ClimaTempo
30°
Pancada de chuva

Mín. 23° Máx. 35°

Seg 36°C 24°C
Ter 36°C 23°C
Qua 35°C 22°C
Qui 34°C 21°C
Sex 35°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias