Sábado, 23 de Outubro de 2021
21°

Poucas nuvens

Parapuã - SP

Dólar
R$ 5,65
Euro
R$ 6,58
Peso Arg.
R$ 0,06
Política e Economia Bolsonaro em PP

Governo de SP multa Bolsonaro e outras 7 autoridades pelo não uso de máscaras durante passeio em Prudente

Por ser reincidente, a multa para o presidente e outras quatro autoridades pode chegar a R$ 290,9 mil pelo 'estímulo e envolvimento em ações de risco à saúde pública', informou o governo paulista.

02/08/2021 às 08h02
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Informações G1
Compartilhe:
Fotos: Tv Fronteira/G1
Fotos: Tv Fronteira/G1

O governo de São Paulo anunciou neste sábado (31) que autuou pela terceira vez o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelo não uso de máscara em aglomeração, após passeio com motociclistas realizado em Presidente Prudente, no interior de SP, durante a manhã.

Além do presidente, o Palácio dos Bandeirantes afirmou que também receberam autuações da Vigilância Sanitária estadual outras sete autoridades federais.

Entre eles, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Heleno; o secretário-especial de Assuntos Fundiários, Luiz Antônio Nabhan Garcia; o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, além dos deputados federais Carla Zambelli (PSL), Cezinha de Madureira (PSD) e Coronel Tadeu (PSL).

O uso de máscaras é obrigatório no estado de São Paulo desde maio de 2020, conforme Decreto nº 64.959 do governador João Doria (PSDB). A multa é de R$ 552,71 por pessoa.

Segundo o governo paulista, o Código Sanitário estadual (lei 10.083/1998) especifica, porém, que "dolo, omissão ou reincidência das pessoas multada são circunstâncias agravantes para as infrações sanitárias no estado".

Com isso, os reincidentes Jair Bolsonaro, Tarcísio de Freitas, Carla Zambelli, Cezinha de Madureira e Coronel Tadeu poderão ser multados em até R$ 290,9 mil pelo estímulo e envolvimento em ações de risco à saúde pública, segundo o governo paulista.

“Os autos serão enviados via Correios para cada um e descrevem as normas previstas na lei, citando a necessidade da manutenção das medidas preventivas já conhecidas e preconizadas pelas autoridades sanitárias nacionais e internacionais, como uso de máscara e distanciamento social”, afirmou o governo paulista.

O presidente Jair Bolsonaro participou neste sábado (31) de um passeio de motociclistas em Presidente Prudente — Foto: Stephanie Fonseca/G1

O presidente Jair Bolsonaro participou neste sábado (31) de um passeio de motociclistas em Presidente Prudente — Foto: Emerson Sanchez/TV Fronteira

As outras duas multas contra o presidente da República foram aplicadas em 25 de junho, durante ato na cidade de Sorocaba, onde outras 15 autoridades desrespeitaram a norma do governo paulista obrigado o uso da máscara, e em 12 de junho, na capital paulista, durante passeio com motociclistas nas imediações do Sambódromo do Anhembi.

Passeio no interior de SP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou na manhã deste sábado (31) de um passeio de motociclistas organizado por correligionários e admiradores em Presidente Prudente (SP). Depois, ele esteve em um ato em defesa do voto impresso auditável no Parque do Povo, inaugurou o credenciamento do Hospital de Esperança – antigo Hospital Regional do Câncer – ao Sistema Único de Saúde (SUS) e ainda se reuniu com políticos no Centro Cultural Matarazzo.

Bolsonaro desembarcou do avião presidencial por volta das 8h30 no Aeroporto Estadual de Presidente Prudente. Em seguida, sobrevoou a cidade em um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB).

Na sequência, Bolsonaro deu início ao passeio de motos, que passou pelas rodovias Júlio Budiski (SP-501), Assis Chateaubriand (SP-425) e Raposo Tavares (SP-270). Os motociclistas também percorreram trechos das avenidas Coronel José Soares Marcondes, Manoel Goulart e 11 de Maio.

O evento terminou no Parque do Povo, onde correligionários de Bolsonaro organizaram um ato em defesa do voto impresso auditável.

Bolsonaro, que não usava máscara de proteção facial, teve contato com o público no Parque do Povo, onde discursou para os apoiadores.

Após o passeio, Bolsonaro seguiu para o Hospital de Esperança, onde inaugurou o credenciamento da instituição ao SUS. No hospital, Bolsonaro usou máscara.

Depois da atividade no hospital, o presidente ainda participou de uma reunião com políticos no Centro Cultural Matarazzo.

Bolsonaro deixou Presidente Prudente, no avião presidencial, de volta para Brasília (DF), por volta das 15h30.

Segurança

A Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou que o reforço no policiamento em razão da visita de Bolsonaro a Presidente Prudente custou mais de R$ 300 mil.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo montou um esquema especial para garantir a segurança da população, a fluidez no trânsito e o direito à livre manifestação.

O efetivo foi reforçado com cerca de 450 policiais militares ao longo de todo o percurso do ato e, especialmente, nas áreas próximas ao ponto de concentração da manifestação, no trecho entre a Avenida Coronel José Soares Marcondes e a Rodovia Júlio Busdiski.

No total, 426 policiais militares de batalhões territoriais da região do 8º Comando de Policiamento do Interior (CPI-8) e do 8º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) atuaram ao longo do percurso, bem como 27 policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), que originalmente trabalha na capital, apoiaram nas ações de segurança de tráfego e fiscalização. As ações foram monitoradas por policiais militares portando câmeras operacionais portáteis (COPs), por drones e pelo helicóptero Águia.

Parapuã - SP Atualizado às 04h11 - Fonte: ClimaTempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 32°

Dom 24°C 20°C
Seg 26°C 18°C
Ter 28°C 20°C
Qua 26°C 19°C
Qui 28°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias