Sexta, 16 de Abril de 2021 13:36
18 99746 6403
Polícia Polícia

Homem que matou taxista na zona rural de Parapuã vai permanecer preso

Audiência de custódia foi neste sábado em Tupã

05/04/2021 09h19
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Informações Ocnet
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Vai responder a inquérito preso  o caseiro Andreliano Soares da Silva, 36, que matou a pauladas a taxista, Valéria Molina Catirce Okubi, 40, e tentou contra a vida da irmã da taxista na manhã de sexta-feira (2), em uma propriedade rural de Parapuã.

A irmã da vítima foi socorrida em estado grave à Santa Casa de Osvaldo Cruz e depois transferida para o Hospital das Clínicas em Marília, devido à gravidade dos ferimentos produzidos pelo homem com golpes de um pedaço de madeira. Valéria morreu ainda na propriedade também vítima de golpes parecidos.

O Autor foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória de Caiuá, onde ficou preso. Antes de ser detido, o suspeito chegou a fugir com o veículo de uma das vítimas, mas capotou o automóvel na vicinal da Lagoa Azul, entre Parapuã e Osvaldo Cruz.

História do crime

O autor do crime era caseiro de uma chácara e prestava serviço para duas irmãs. Conforme a Polícia Civil, as irmãs chegaram na chácara onde o caseiro estava e, após um desentendimento na varanda, o homem de 36 anos começou a desferir golpes nas mulheres com um pedaço de madeira.

As vítimas foram atingidas na cabeça e tentaram fugir pulando a porteira, mas a mulher de 40 anos não resistiu e morreu. A outra irmã, de 46 anos, conseguiu escapar e foi socorrida em estado grave para o Pronto-Socorro de Osvaldo Cruz. 

Após o crime, o suspeito fugiu com um carro de uma das vítimas por uma estrada vicinal, porém capotou o veículo. Motoristas que passavam pelo local acionaram as polícias Civil e Militar por desconfiarem da atitude suspeita do indivíduo.

Quando as equipes chegaram ao local do acidente o suspeito disse que havia matado duas mulheres e os policiais se deslocaram até a propriedade rural.

A possível motivação para o crime é a de que há dias as irmãs conversavam com o caseiro para que ele saísse da casa.

O suspeito irá responder pelos crimes de homicídio qualificado consumado e tentado, além de furto.

Ele1 - Criar site de notícias