Sexta, 15 de Janeiro de 2021 23:37
18 99746 6403
Polícia Polícia

Polícia Civil prende acusado de assassinar bebê de um ano em Marília

O acusado responde por crime de homicídio duplamente qualificado.

17/12/2020 12h11
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Informações Visão Notícias
Polícia Civil prende acusado de assassinar bebê de um ano em Marília

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (17), F.G.S., 29 anos, denunciado pelo Ministério Público, pelo assassinato de um um bebê de um ano e meio, em Marília, no mês de setembro de 2019. A ação foi comandada pelo delegado José Carlos Costa que coordena a Central de Polícia Judiciária e investigadores. 

O acusado responde por crime de homicídio duplamente qualificado. À época, as circunstâncias da morte do menino que apresentava traumatismo craniano não foram devidamente esclarecidas.

O crime

O inquérito policial aponta que o crime teria ocorrido no dia 4 de setembro enquanto a mãe da criança trabalhava. O acusado alegou tomar banho por volta de 6h30 da manhã enquanto o bebê que ficou sob seus cuidados teria sido deixado deitado no colchão na sala.

Em dado momento, o namorado da mãe, teria escutado um barulho e, ao abrir o box, percebido que o bebê havia caído. Em seguida, ele teria colocado a criança no sofá e voltado para o banho.

Ao sair do banheiro, o acusado teria encontrado o menino passando mal com dificuldades para respirar. Desesperado, ele disse ter ligado para o SAMU e para o Corpo de Bombeiros.

Mas acabou levando o bebê ao Pronto-Atendimento da zona sul com o auxílio de um morador da vizinhança.

Versão Contestada

Gravemente ferida, a criança não resistiu, acabou falecendo e foi submetida ao exame necroscópico que, através do médico legista, contestou a versão do acusado.

‘Em vista das pequenas dimensões do local e da baixa estatura da vítima (70 centímetros), com poucas condições de adquirir força inercial suficiente para produzir quadro crânio cerebral tão grave, o mais provável é que a ação contundente tenha sido de natureza homicida’.

Após a conclusão do inquérito, o caso foi encaminhado à 3ª Vara Criminal de Marília com representação da prisão preventiva do acusado.

Nesta quarta-feira (16), o juiz Décio Devanir Mazzeto, decretou a prisão preventiva. O acusado que tem passagens pelos crimes de roubo e tentativa de homicídio foi preso pelo delegado José Carlos Costa e investigadores. Após a prisão, o homem aguarda decisão judicial recolhido na Penitenciária de Marília. 

Ele1 - Criar site de notícias