Quinta, 22 de Outubro de 2020 12:15
18 99746 6403
Cidades Prejuízo

Em dia quente, falta de energia elétrica desliga equipamentos e 6 mil frangos morrem em granja

Sem o sistema de ventilação mecânica, aves não suportaram as altas temperaturas.

01/10/2020 09h20
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Informações Siga Mais
Fotos: Siga Mais
Fotos: Siga Mais

A tarde desta quarta-feira (30), de altas temperaturas e com termômetros registrando 41,5°C, foi marcada, também, por prejuízos em uma propriedade rural de Adamantina localizada próxima à Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (região do campus 2 da UniFAI).

 Por volta do meio dia, por fatores externos, o fornecimento de energia elétrica foi interrompido na região, o que impediu o funcionamento dos sistemas de ventilação mecânica e de dispersão de gotículas de água, no galpão de uma granja de frangos existente na propriedade.

 Com os equipamentos sem poder funcionar, por falta de energia elétrica, o reflexo foi imediato, nas aves, que rapidamente começaram a sentir os efeitos da alta temperatura. Segundo os proprietários, a estimativa é que pelo menos seis mil frangos morreram em decorrência das altas temperaturas. As mortes representam 60% do total de aves do local, criadas para abate.

Os equipamentos são usados diariamente, na granja. Os proprietários até providenciaram um gerador, em caráter emergencial, mas não foi suficiente para garantir a sobrevivência de todo o plantel. Por volta das 16h as aves mortas começaram a ser retiradas do galpão, para a correta destinação.

Além do prejuízo com as aves, a propriedade também contabiliza a perda de 500 litros de leite, provenientes da ordenha realizada pela manhã, armazenados em tanque. Sem a energia elétrica, o resfriamento foi interrompido, o que impacta diretamente nas características do leite. 

Segundo os proprietários, se houvesse uma comunicação prévia sobre a interrupção no fornecimento de energia, seria possível antecipar o abate das aves, o que estava previsto para ocorrer no final desta semana. A concessionária se manifestou em nota (leia abaixo).

Os proprietários devem registrar boletim de ocorrência na Polícia Civil. Eles também devem atuar junto à Energisa em busca de reparação pelos prejuízos.

Energisa emite nota

Sobre a falta de energia elétrica na propriedade, a Energisa emitiu a seguinte nota:

“A Energisa informa que a falta de energia que atingiu parte da área rural de Adamantina, atingindo cerca de 1.481 clientes, na tarde desta quarta-feira (30), às 12h25, foi ocasionada pela queda de vegetação sobre a rede elétrica de média tensão que abastece a cidade, provocando curto circuito na rede e interrupção do fornecimento.

Técnicos da empresa foram acionados e restabeleceram o fornecimento para 70% em cerca de 30 minutos. Após a realização da vistoria na rede elétrica, foram feitas manobras na rede elétrica que possibilitam o retorno gradual de energia para outra parte dos clientes.

Por conta da complexidade da ocorrência e para possibilitar o reestabelecimento do fornecimento com segurança, a empresa mobilizou o emprego de equipes especializadas que trabalharam no local da ocorrência, possibilitando a normalização do fornecimento para nove clientes restantes às 16h37.

A Energisa esclarece o ocorrido e conta com a compressão de todos os clientes afetados por essa ocorrência”.

 

Ele1 - Criar site de notícias