Domingo, 25 de Outubro de 2020 18:39
18 99746 6403
Polícia Operação Policial

Operação Policial desmantela grupo criminoso especializado em desviar dinheiro destinado à saúde na Região

A investigação durou dois anos e descobriu um forte esquema de corrupção envolvendo agentes públicos e o desvio de milhões de reais em prejuízo da saúde.

29/09/2020 08h36
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira
Fotos: Polícia Civil/Cedidas
Fotos: Polícia Civil/Cedidas

A Polícia Civil do Estado de São Paulo (DEINTER-10/DEIC/SECOCOLD) e o Ministério Público do Estado de São Paulo (GAECO) deflagraram, na manha de hoje (29) a operação denominada “Raio X” visando desmantelar grupo criminoso especializado em desviar dinheiro destinado à saúde mediante celebração de contratos de gestão entre municípios e Organizações Sociais.

A investigação, que conta com Inquéritos Policiais instaurados junto às comarcas de Penápolis e Birigui, teve a duração de aproximadamente dois (02) anos, período este em que foi desvendado um gigantesco e sofisticado esquema de corrupção envolvendo agentes públicos e o desvio de milhões de reais em prejuízo da saúde.

As prisões e as buscas ocorrerão em dezenas de município do Estado de São Paulo e em municípios dos estados do Pará, Paraná, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Para o cumprimento dos mandados foram convocados 520 policiais civis de todo Estado, 130 viaturas policiais e 02 helicóptero da Policia Civil. Por parte do Ministério Público de São Paulo, 30 Promotores de Justiça e 10 Agentes de Promotoria também participaram da operação. Também cooperaram 200 policiais civis de outros estados e a Polícia Federal no estado do Pará.

Na região de Presidente Prudente, 30 policiais civis cumprem 6 mandados de busca e apreensão e 01 prisão temporária nas cidades de Pacaembu, Florida Paulista e Dracena. Outras 10 equipes de policiais civis se deslocaram para Araçatuba em auxílio as equipes daquela região.

Ao todo a Polícia Civil da região de Presidente Prudente emprega na operação 78 policiais civis, um promotor de justiça em 21 viaturas.

 

Ele1 - Criar site de notícias