Quarta, 28 de Outubro de 2020 07:59
18 99746 6403
Cidades Flagrante

Prefeitura de Garça é flagrada jogando merenda de alunos no lixo

Os produtos teriam sido adquiridos pela Prefeitura para serem servidos na merenda escolar.

23/09/2020 09h25
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Informações Marília Notícia
Prefeitura de Garça é flagrada jogando merenda de alunos no lixo

Um flagrante de alimentos sendo descartados em um aterro sanitário em Garça (distante 34,8 quilômetros de Marília), registrado na manhã desta terça-feira (22), circula em vídeo nas redes sociais e está levantando polêmica.

Os produtos teriam sido adquiridos pela Prefeitura para serem servidos na merenda escolar, mas estariam sem condições de uso, por falhas na administração dos estoques.

Segundo a denúncia, arroz, feijão, macarrão, bolacha, leite, farinha de cereais, entre outros produtos, foram descartados por servidores da Prefeitura, que chegaram ao aterro com duas peruas com identificação do Poder Público Municipal.

Dois homens, servidores do município, jogam os alimentos sobre a pilha de lixo, onde existem rejeitos orgânicos e também resíduos que poderiam ser reciclados.

Os alimentos teriam sido adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Em geral, o valor é complementado com recursos municipais, das próprias prefeituras.Com a pandemia, alimentos que já estavam comprados – na maioria dos municípios – foram destinados à secretaria municipal de Assistência Social ou mesmo doados diretamente às famílias com alunos na rede, em forma de kit alimentação.

Patrulha de vereadores

As imagens foram registradas pelos vereadores Paulo André Faneco e Antônio Franco dos Santos, o “Bacana” (ambos do PSDB). Nos vídeos eles afirmam que os itens saíram da cozinha piloto e chamam à responsabilidade o prefeito João Carlos dos Santos (DEM).

“Já vínhamos recebendo denúncias que isso estava acontecendo, mas hoje conseguimos chegar a tempo para pegar. É um desrespeito com o cidadão, com quem mais precisa. Esses alimentos deveriam ter sido distribuídos para as crianças”, afirmou Paulo André.

Por meio de  nota, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Garça apontou “invasão de ratos” na cozinha piloto, mesmo com “dedetização do local regular e sendo realizada dentro do prazo”.

“Mesmo com todos os cuidados quanto à dedetização do local e proteção do depósito onde os alimentos ficam armazenados, houve uma invasão de ratos no fim de semana dos dias 12 e 13 de setembro. Os mamíferos roeram a tela de metal e conseguiram acessar as embalagens de leite em pó, achocolatado e outros produtos”, alegou a Prefeitura, em nota.

“Ao perceberem o problema os responsáveis pelo local convocaram nutricionistas da Prefeitura e fizeram uma ata do acontecido. O material contaminado foi separado e descartado no aterro sanitário. Os produtos que não foram contaminados estão sendo retirados da cozinha piloto e serão armazenados em outro prédio da Prefeitura”.

Em mensagem ao site, após o envio de nota pela prefeitura, Paulo André Faneco divulgou fotos de produtos que teria pego no aterro, após o descarte, com indicação de validade vencida.  “Essa ‘desculpinha’ do rato é patética”, emendou.

 

Ele1 - Criar site de notícias