Sexta, 03 de Julho de 2020 16:31
18 99746 6403
Cidades Tristeza

Marília tem três mortes em 24 horas e já registra sete óbitos por Covid-19

Foi registrado um óbito na segunda (15) e outros dois nesta terça-feira (16)

17/06/2020 08h22 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Informações Giro Marília
Marília tem três mortes em 24 horas e já registra sete óbitos por Covid-19

Em 24h o número de óbitos relacionados ao coronavírus ganhou três novos registros, passou de quatro a sete, com a confirmação de mais duas mortes nesta terça-feira (16).

O primeiro óbito do período da tarde se trata de uma paciente de 41 anos de idade, portadora de doenças crônicas – hipertensão, pneumopatia e obesidade – e havia tido contato com outros dois casos positivos para Covid, que também faleceram.

No último dia 4 de junho, essa paciente começou a ter sintomas e foi internada no dia 8 com quadro agudo e, com a piora, foi a óbito nesta data (16), sendo este o terceiro óbito na mesma família. O exame que apontou positivo para Covid-19 foi liberado pelo Instituto Adolfo Lutz no último dia 9.

Já o segundo óbito desta terça-feira (16) refere-se a um paciente de 59 anos, portador de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Estava internado em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde o dia 26 de abril, sendo diagnosticado com a Covid-19 pelo Laboratório Adolfo Lutz no dia 30 de abril. Chegou a apresentar uma estabilidade, porém o quadro voltou a se agravar e o homem faleceu.

A saúde já havia notificado pela manhã a morte de uma jovem de 18 anos. Ela teve contato com caso positivo, passou por atendimento numa unidade de saúde para pacientes sintomáticos nos dias 2 e 4 de junho, quando foi medicada e orientada sobre sinais de alarme.
No dia 05 de junho apresentou desconforto respiratório importante e foi encaminhada para internação hospitalar. O caso se agravou devido às condições já instaladas e à obesidade.

No dia 12 foi confirmado o diagnóstico para Covid-19 e na noite desta segunda (15) ela faleceu. Era neta de outra paciente falecida com a doença. A família tem ainda mais duas vítimas internadas – o avô da jovem e uma irmã da adolescente.

A Vigilância Epidemiológica se solidariza com as famílias e reforça que os cuidados têm que ser permanentes, sendo que o isolamento e o afastamento social devem ser avaliados em todos os casos.

Ele1 - Criar site de notícias