Sexta, 25 de Setembro de 2020 14:20
18 99746 6403
Cidades Coronavírus

Parapuã: Com a pandemia do novo coronavírus empresas de ônibus rodoviários suspendem linhas e prefeitura restringe acesso à cidade

Para evitar a circulação de pessoas, medidas adotadas seguem as recomendações para a contenção do vírus

24/03/2020 10h15 Atualizada há 6 meses
Por: Redação Guia Online Parapuã - Diogo Oliveira Fonte: Redação Guia Online Parapuã
Parapuã: Com a pandemia do novo coronavírus empresas de ônibus rodoviários suspendem linhas e prefeitura restringe acesso à cidade

 

Diante da pandemia do novo coronavírus e seguindo as recomendações para evitar aglomerações e circulação de pessoas, a prefeitura municipal de Parapuã acatou ao pedido do Ministério Público que recomendou restringir a entrada de veículos/Pessoas de outras localidades no município. O ofício assinado pelo promotor Owen Miuki Fujilki, foi enviado no domingo (22) para o executivo municipal.

Diante da recomendação, a prefeitura oficializou um decreto de controle e restrição de acesso ao município. A medida passa a valer nesta terça-feira com fiscalização no trevo principal de Parapuã, que dá acesso a SP-294 Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, e segue por tempo indeterminado. A Polícia Militar junto com demais órgãos da municipalidade, estarão realizando a fiscalização. O decreto também vai restringir o acesso de cargas não essenciais.

O acesso à cidade por outras vias, e o descumprimento da medida, pode acarretar na apreensão do veículo. Haverá bloqueios físicos no trevo da SP-425 saída para Rinópolis, na Interseção entre a Rodovia SP-294, Comandante João Ribeiro de Barros e a estrada municipal PRP-331, próximo à entrada do “Status Motel”

As estradas municipais PRP-020 Prefeito José Morales Agudo, e estrada municipal PRP-138, também vão contar com bloqueio.

Transporte Rodoviário

As empresas de ônibus rodoviários Guerino Seiscento e Expresso Adamantina anunciaram a paralisação do transporte de passageiros de acordo com decreto do Governo Estadual. Segundo as empresas a interrupção das linhas não vai acarretar em multa caso os passageiros queiram remarcar viagens já programadas.

A Guerino Sescento informou que a suspensão segue por tempo indeterminado até novos decretos, a paralisação ocorre desde domingo (22). Já o Expresso Adamantina paralisou a circulação nesta terça-feira (24) e deve seguir até 07 de abril, de acordo com seu comunicado.

 

Ele1 - Criar site de notícias