TOPO
Acidente

Homem morre e três ficam feridos em acidente entre carro, carroça e moto em rodovia da região

Vítima fatal é um homem de 34 anos, que morreu no local do acidente. Outras três pessoas se feriram.

15/03/2020 12h13
Por: Diogo Oliveira
Fonte: Siga Mais
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Uma pessoa morreu, duas foram socorridas com ferimentos grave e uma com ferimentos leves após um acidente envolvendo um veículo VW/Santana, uma moto Honda/CG160 – ambos com placas de Monte Castelo – e uma carroça com tração animal. O acidente foi às 19h50 deste sábado (14), em uma rodovia sem denominação, km 000+500 metros, que dá acesso à Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563), em Monte Castelo.

Foi constatado no local pela Equipe do Policiamento Rodoviário, através de vestígios e posição final dos veículos, tratar-se de um acidente de trânsito do tipo colisão frontal, seguido de choque.

Segundo a PM Rodoviária, o veículo VW/Santana transitava no sentido Tupi Paulista a Monte Castelo e ao atingir o quilômetro 000+500 metros, colidiu frontalmente contra a carroça, que transitava na contra mão de direção. Em ato contínuo, a moto chocou-se contra a carroça que estava sobre a faixa de rolamento. 

O condutor do VW/Santana, Douglas Porfírio, de 34 anos, morador em Monte Castelo, morreu no local do acidente. Os ocupantes da carroça, de 51 e 53 anos, moradores em Tupi Paulista, em estado grave, e a condutora da moto, de 26 anos, moradora em Monte Castelo, foram socorridos para Santa Casa de Tupi Paulista. Equipe do Corpo de Bombeiros de Dracena atuou no socorro aos feridos.

Segundo a PM Rodoviária, só foi possível realizar teste etilométrico na condutora da moto, que não constatou a ingestão de álcool.

A rodovia não foi interditada, porem o trânsito foi controlado no local pelo policiamento rodoviário, com apoio da Unidade Básica de Atendimento do Departamento de Estradas de Rodagem (UBA/DER).

A Polícia Científica foi acionada para o trabalho pericial no local do acidente. O corpo da vítima fatal foi removido pelo serviço funerário e levado ao Instituto Médico Legal (IML), para exames periciais. Os laudos deverão ser juntados no inquérito que deve ser instaurado pela Polícia Civil para apurar as circunstâncias e eventuais responsabilidades no acidente.

Ele1 - Criar site de notícias